Reflexões

“Poesia – O Cotidiano”

19 - poesia cotidiano

Sopra leve a brisa na urbe, Surge a alva trazendo o dia. O dia vem através do arrebol, A massa acorda cheia de alegria. Reveste o pensamento na mente, As ruas enchem-se de repente. Ocupados, desocupados percorrem, Assunto do que é cotidiano,