TOP
Novidades Reflexões Relacionamento

“Amor aos 50: Você acredita em príncipe encantado?”

Portrait of mid-aged man

Oi meninas! Semana passada, escrevi um post perguntando se vocês acham possível apaixonar-se por alguém que não te percebe, que não nota o seu amor?

 

Percebi que algumas, talvez, não entenderam a questão. Acharam tratar-se de uma pergunta mais simples, tipo “você acha que é possível apaixonar-se aos 50”?

 

É possível apaixonar-se em qualquer idade!

É possível apaixonar-se em qualquer idade!

 

Gente, nosso blog sempre defendeu (e defende) todos os direitos da mulher madura, inclusive o de encontrar um novo amor após os 50.

 

O que eu queria saber é se vocês já sentiram algo especial por alguém que não percebia essa paixão. Um amor não correspondido. Até porque tem tanta gente lerda por aí… (rsrs)

 

Você já teve um amor não correspondido?

Você já teve um amor não correspondido?

 

Bom, hoje, como vocês já viram no título do post, resolvi ser mais específica. Será que existem príncipes encantados? Aquele homem que sempre sonhamos, que sempre idealizamos para nós? Infelizmente, cada vez mais eu creio que não.

 

Mas aí entram outros meandros do amor. Saber adaptar-se ao seu companheiro. Conseguir aceitar os defeitos e aproveitar as qualidades. Saber relevar, perdoar, quando necessário. Isso no caso de quem já está em um relacionamento.

 

Todo amor tem seus altos e baixos.

Todo amor tem seus altos e baixos.

 

Mas e no caso de um novo amor? Aí entram outros atributos que a vida ensina e que a mulher madura consegue entender como ninguém. Não se iludir facilmente. Saber a dose exata entre a entrega e a prudência…

 

Porque, como eu disse no post da semana passada, muitas vezes a carência afetiva faz com que se crie ou imagine amores maravilhosos.

 

Ame-se sempre, acima de tudo!

Ame-se sempre, acima de tudo!

 

E, cá pra nós, príncipe encantado pode até existir, mas não tá fácil de encontrar. Então, ame-se acima de tudo! Um ótimo dia a todas!

 

Comente com o Facebook

Tags:        

«
»